Google+ Badge

sábado, 25 de fevereiro de 2017

“INDIO” TEM QUE FICAR COM “INDIO”




“ÍNDIO” TEM QUE FICAR COM “ÍNDIO”

Um dia eu me apaixonei
Por um “amor perfeito”
Mas ele, feito um girassol
Olhava para o outro lado e contava
Bem-me-quer, mal-me-quer
Bem-me-quer, mal me quer
Mal me queria...

Sai do jardim
Fugi dos insetos que destruíam minhas flores
Corri das pragas que comeram
Meus pés de amor-perfeito

Antes só do que mal acompanhado
Sou cosmopolita, voltei pra cidade
Acho melhor que “índio” fique com “índio”

Mário Feijó



Postar um comentário