Google+ Badge

quarta-feira, 10 de maio de 2017

MINHA RESSURREIÇÃO





MINHA RESSURREIÇÃO

Havia sol nos meus dias
Mesmo quando neles chovia
Eu via a luz de felicidade
Nos verdes olhos de minha mãe

Ela era campo perfumado
E eu sentia o cheiro de alfazema
Que ela todos os dias exalava
Como se fossem tardes primaveris

Hoje ela é apenas brisa fresca
Nas lembranças que me sobraram
Porém ela está tão presente
Quanto quarenta anos atrás

Eu apenas me descobria homem
No dia em que me disseram:
“Tua mãe faleceu”
Só agora eu descubro que ainda estamos vivos

Mário Feijó

09.05.17
Postar um comentário